1. Sobre
  2. Projetos
  3. Pessoas
  4. Documentos
  5. Parceiros
  6. Eventos
  7. Transparência

A Tecnologia Social ELO tem como objetivo melhorar a relação entre família e escola, através de ações integradas de mediação para resolução de conflitos e de valorização da educação e do conhecimento perante a comunidade

CONSTRUÇÃO PARTICIPATIVA (2017)

No diagnóstico realizado pelo IPTI e educadores junto às famílias de algumas escolas municipais de Santa Luzia do Itanhy, foram observados problemas como baixaautoestima , desgaste psicológico, sentimento de impotência e falta de perspectiva. No caso das crianças, foram identificados cinco dos principais problemas relacionados à saúde, comportamento, desempenho e afeto.

DESENVOLVIMENTO (2018)

A proposta dessa tecnologia está estruturada em três pilares: - Mediação, tanto entre a escola e a comunidade quanto entre os próprios alunos; - Aproximação das famílias da escola, através de atividades de integração do conhecimento técnico dos pais com os conteúdos lecionados; - Melhoria da confiança no sistema de proteção à criança, por meio do desenvolvimento do aplicativo para que as escolas possam notificar ocorrências e monitorar as providências tomadas pelos órgãos responsáveis.

RESULTADOS

Resultados concretos, com influência direta no desenvolvimento humano.

Entre 2017 e 2018, avançamos com as premissas referentes à mediação entre escola e comunidade e o processo de aproximação das famílias através do projeto Ensinando em Comunidade, com destaque na atuação da Escola Municipal Raimundo Carvalho de Menezes, no povoado Rua da Palha.

Este projeto teve que ser interrompido em meados de 2018 por conta de priorização definida pelo apoiador, mas esperamos retomá-lo em breve, recomeçando numa nova versão, já incorporando os aprendizados obtidos.

Skip to content